Piauí

Piauí

06 de dezembro de 2016

Cruzei a fronteira entre os estados em torno das 14:30 horas.img_20161206_183050  img_20161206_183454

Estava eu na estrada para chegar em Barra Grande, quando veio um motoqueiro bêbado e parou a moto no meio da rua, quase caindo da moto perguntava se eu estava precisando de ajuda, mas quem estava precisando era ele. Nisso veio um táxi muito rápido, levantando poeira. Acenei com a mão para ele ir devagar por causa do cara de moto que estava quase caindo da moto, mas o taxista acabou acelerando ainda mais e vi que o rapaz que estava na carona do táxi, fazia alguns movimentos com as mãos, mas não reconheci ninguém e o táxi passou um fininho entre eu e o motoqueiro. ufa! Mais tarde vim a descobrir que , o rapaz que estava no táxi era o Hélio que havia conhecido em Jericoacoara, amigo da Aninha que conheci em Jericoacoara, tb morador de Barra Grande.

img_20161206_183438

  Segui viajem até chegar em Barra Grande finalzinho da tarde. Passei uma mensagem para Aninha informando que já estava na área e fui tomar um banho de mar.img_20161206_173952554_hdr-effects

Quando escureceu fui tomar um cafezinho no quiosque do Tutuca. Eles estavam fechando, mas preparei o café com as coisas que trazia comigo. Já estava noite quando veio um senhor, acendeu as luzes e eu o cumprimentei, mas ele não me respondeu e ficou me olhando com uma cara muito feia. Então resolvi já guardar tudo, foi quando Aninha me respondeu e foi lá me buscar. Preparei um cafezinho para ela. Ela chegou e ficamos ali tomando o café e conversando. Mas tarde saímos dali e fomos para a casa de Aninha. Lá estava a Joice e o Gui, amigo da Aninha que mora  alí. Conversamos, fizemos uma janta e fomos dormir.

07 de Dezembro de 2016

Acordamos e fizemos um treino ainda de manhã. Aninha tem um espaço muito bacana com o piso circular em concreto, tipo um picadeiro, em baixo de três cajueiros, segundo ela centenários. Um lugar  fantástico, com muita energia. Depois fomos até à barraca da Croa e ela foi mostrar os seus equipamentos de kitesurf e me ensinou algumas normas básicas de segurança e como levantar e baixar a pipa. Almoçamos por ali e Aninha me convidou para dar um role no mangue. Um pico alucinante!!!

Há noite a galera agilizou uma janta show!!!

8 de dezembro de 2016.

Rolê pela vila para conhecer melhor a Barra. Aproveitamos para tomar um banho de mar. A noite a galera fez um som e boa noite.

 

9 de Dezembro de 2016.

Não nos lembramos o que fizemos nesse dia….kkkk

10 de dezembro de 2016.

Outro dia que não se lembramos que fizemos huahuahua!

11 de Dezembro de 2016.

Eu e Ana resolvemos dar uma volta de caiaque. Passamos na pousada onde fica guardados os caiaques e entramos pelo mar e percorremos por 30 minutos até a entrada do mangue. Lá encontramos 2 mulheres pescando sarnambi em meio a lama do mangue. Conversamos com elas e depois saímos para jogar uma capoeira no mangue, muito massa! Saímos por fora da entrada principal e acabamos entrando em acesso errado, pois a Aninha fazia muito tempo que não passava por ali.

 

Após navegar por uma hora, Aninha teve certeza que estávamos no igarapé errado. Ai tivemos que remar de volta contra a maré por um bom tempo, até achar ao acesso correto e chegar o destino final.

Foi bem puxado, mas valeu apena cada remada!!! O lugar é lindo!!! Depois deixamos os caiaques e voltamos para casa, pois a Aninha tinha uma reunião com a galera, referente a destinação correta do lixo.  Quando cheguei, estava quebrado e fui descansar um pouco.

12 de Dezembro de 2016.

 Fui levar o alforge de viajem para fazer uma costura na parte lateral, pois com o tempo de viajem, ela foi desgastando com alguns obstáculos que encontramos pelo caminho. A Aninha me apresentou para a Lu, uma costureira local, que vez um ótimo trabalho. Aproveitamos para almoçar no bem-te-vi, um nativo muito querido da vila e famoso por ter sempre frutos do mar frescos e bem servidos e lá comemos ostras e uma deliciosa farofa de sururu. O Marcio que é integrante da Barratur, empresa que recebe hospedes e faz turismo nesta região, foi quem nos serviu as Ostras, eta coisa boa! Á noite fizemos a despedida da Joice, com Stefano e a Iasmim, ambos estrangeiros hospedes da Aninha. Eles prepararam um fundi maravilhoso!

13 de dezembro de 2016.

Neste período que estive em Barra Grande, muitas ações em mutirão estavam acontecendo por parte dos moradores e uma delas era a construção de um ponto de ônibus ecológico, com eco tijolo (garrafas pet com arreia e água). Está organização já estava acontecendo a uns 4 meses e fui convidado a participar deste movimento. Eu e Aninha chegamos lá e encontramos a galera já se mobilizando e organizando os últimos detalhas do projeto. Tomamos outro café na casa da Rose, olhamos o local e começamos a fazer as escavações para colocar os pilares. As meninas trataram logo de preencher as garrafas com areia e além disso prepararam o lindo almoço. Estávamos trabalhando muito bem, quando percebemos cada qual fazia uma atividade. Paramos quando já estava escurecendo. Aproveitei o momento e fiz um convite a todos para fazer um treino na casa Aninha. Chegou para treinar o Hélio, Peninha, Denny e a Aninha. Depois eu e Aninha saímos para jantar e tomar uma gelada com a galera.

14 de Dezembro de 2016.

Saímos logo cedo de casa para finalizar os trabalhos do Eco ponto de ônibus. Peguei para fazer o banco de madeira, enquanto as meninas fizeram um almoço. Depois do almoço descansamos um pouco e voltamos a trabalhar.  Foi quando chegou a galera com as palhas para finalmente montar o telhado. Eu e Ana saímos para tomar um banho de mar, passamos em casa e saímos para a praia. A Lua estava linda!!!

15 de dezembro de 2016

Acordamos tomamos café e fomos fazer nosso treino de capoeira. Foi bem bacana pois apareceu o Obelix e mais alguns meninos Julio e Beto, alunos da Aninha. O treino foi legal. Mais tarde fomos para praia pegar minha segunda aula de Kite. Passamos em frente ao ponto de ônibus e a galera estava finalizando os últimos detalhes. Ficou Show!!! Parabéns raça!!!

Minha segunda aula de kit Surf com a Aninha, fiz alguns movimentos de controle com o trapézio e também alguns procedimentos iniciais sem a prancha. Após algumas horas, voltamos para casa preparamos o almoço e ela saiu para trabalhar. No início da noite fizemos outro treino de capoeira. Inicialmente apareceu o Perninha e o Thiago. Logo depois o Guilherme e a vizinha Yasmin entraram para o treino também.

Depois tomei um banho e fui para o centrinho encontrar a Ana, tomamos um suco e damos um rolê na vila.

16 de dezembro de 2016

Depois da terceira aula de kite, um bom descanso…

17 de Dezembro de 2016

Bem cedinho, treino de capoeira, eu a Aninha e a Janaína.

Fizemos uma pintura no banheiro do Chalé e depois preparamos um lindo e gostoso almoço!!!

Descansamos um pouco e Aninha saiu para ir trabalhar. Eu fui para a praia tocar berimbau e nesse momento apareceu um fotógrafo com um casal que estava batendo fotos para o noivado e as fotos ficaram bem legais.

depois voltei para casa tomei um café e descansei um pouco… jantei e subi para o centrinho tomar uma cerveja e encontrar a Aninha.

18 de dezembro de 2016.

Sem igual o cheiro maravilhoso destes cajus…hum….

Depois fomos para a praia e jogamos capoeira na coroa de Iemanjá, que é um grande banco de areia que aparece quando maré seca e como a areia é bem branquinha, parece uma coroa mesmo. Fizemos um almoço em casa, altos rangos!!!

19 de dezembro de 2016.

Hoje demos um talento na casa e depois fomos para o Riozinho da Barrinha, sentido Cajueiro da Praia… altas curticeira!!!!

  Fomos almoçar no Trabalho Brasil e a noitinha fizemos uma sonzeira com o Gui no piano, eu e Aninha no berimbau e pandeiro!

20 de dezembro de 2016.

Acordamos às 5:30 e saímos às 6:30 e rumo a Macapá de Piauí! 

Como a maré estava alta e fica difícil pedalar na beira do mar, tivemos que contratar uma carroça para levar as bikes até a beira do rio. Chegando lá soltamos dois foguetes, pois este o procedimento normal que os pescadores fazem para sinalizar uma travessia.  Porém, os pescadores do outro lado não se manisfestavam. Ficamos ali aguardando em torno de uma hora e começamos a fazer ligações para ver se encontrávamos algum pescador ou algum telefone de alguém para nos ajudar. Certo tempo um rapaz pegou um barco e venho em nossa direção. Ufa! Seu nome… Natanael!

  

Após a travessia ele quis nos cobrar R$ 50,00. Conversamos e ele aceitou por R$20,00. Já do outro lado, tomamos uma água de coco e seguimos viagem com muito otimismo, pois a bike da Ana não estava muito boa de pneus. Estavam rachados e com possibilidades de furar. Mas não deu nada!!!! Chegamos em Parnaíba salvos! sem problema nenhum, chegamos e logo paramos em uma padaria. Tomamos um café e comemos uns bolos maravilhosos! Fomos procurar uma hospedagem e ficamos hospedados no Porto das Barcas, no centro histórico de Parnaíba. A noite demos um rolê e comemos uma pizza.

21 de dezembro de 2016.

Tomamos um bom cafezinho que é oferecido pousada e saímos para dar um role no centro. Passamos na rodoviária e comprarmos a passagem de volta a Barra Grande para Aninha e fomos almoçar no mercado. Passamos depois em uma loja de bike para trocar os pneus da bike da Aninha. Fomos na praça Nossa Senhora das Graças paratomar um suco. Voltamos a pousada para fazer um reparo na minha barraca de viagem. Abrimos ela na grama para pegar um sol e arrumar o elástico que tinha arrebentado. O por do sol foi lindo!!! 

Rolou até um treino no Porto das Barcas, num espaço bem bacana que tem lá… foi muito bom!!!

A noite fomos dar uma banda de bike, comemos um lanche pelo caminho e felizes voltamos!!!

Dia 22 de dezembro de 2016

Dia de despedida, segura emoção… um forte abraço nesta pessoa maravilhosa que conheci!!!! Obrigado Aninha por todo carinho e parceria, foi lindo de mais!!!

Peguei a estrada, saindo de parnaíba, sentido rodovia 403 e com destino São Luiz do Maranhão… O dia estava com sol entre nuvens… trechos da rodovia, não tinham acostamento. Depois de uma hora pedalando, cruzei o limite entre os estados, pois o litoral do estado de Piauí tem apenas 70 km.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *