Bahia V – Semana II

BAHIA DE TODOS OS SANTOS

Segunda, 27/Julho/16

Treino na Praia da Barra na parte da Manhã e a tarde dei um role pela cidade de Salvador de bike. A noite eu e José Maria fizemos uma janta, conversamos sobre minha viagem e ele me explicou sobre seus projetos no doutorado.

Terça, 28/Julho/16

Durante o dia fui dar um role na cidade de bike, passei por vários lugares. Passei na Praia de Ondina. Eu e José Maria fomos a Praia tomar um banho de mar. Desenho chego de viagem a noite, conversamos sobre várias coisas e depois fui dormir, pois estava cansado da correria do dia.

Quarta, 29/Julho/16

Acordei, trabalhei um pouco no projeto durante o dia e a noite fomos visitar a escola de Mestre Boca Rica. Não tinha muita gente na academia e eu e Desenho acabamos iniciando o primeiro jogo. Depois joguei com uma francesa. Após a roda ficamos lá conversando com o Mestre. Ele mostrou algumas revistas de capoeira criticando algumas publicações. Conhecemos neste dia o Mestre Caboclinho que também foi aluno do mestre Nô. Ficamos batendo um papo na frente do forte. Ele contou que hoje mora na Califórnia e que esteve com Mestre Pastinha, um dia antes do mesmo falecer. Depois voltamos para casa.

Quinta, 30/Julho/16

Eu e Desenho fizemos um treino muito bom na sala do apartamento e preparamos um almoço. A tarde fiquei trabalhando com o blog e a noite fomos em uma roda de capoeira que o mestre Guaxini nos convidou. A roda era fechamento do semestre, em estilo festa junina. A roda foi na casa Amarela em Itapuã e lá tinha uma galera boa e o Mestre Lua Rasta estava lá. Fiz um bom jogo com o Mestre Guaxini. Após a roda rolou um forró e a festa ficou boa.

13533306_1047048908722013_4904515672784878142_n

Sexta 01/Julho/16

Há noite fomos para o Pelourinho na Roda da ABCA. Fiz um jogo com o Prof Brasa, aluno do M. Pelé e mais tarde eu, Desenho e Zé Maria fomos tomar um suco para comemorar a sexta-feira!!!

Amigos

Sabado 02/Julho/16

Acordamos por volta das 07:30hs, tomamos café e logo a Tartaruga tocou a buzina do carro lá na rua, já saímos e fomos para a Lapa, pois é de lá que se inicia a caminhada da Independência de 02 de Julho. Conheci os Mestres Jackson Bidu e Carlinhos Cana Brava. Saímos com os mestres da ABCA que organizavam o cortejo e caminhamos até a praça da Sé, voltamos ao pelourinho e paramos em frente a academia de Bimba. Mestre Bamba e alunos desceram para vadiar na roda.

Sid, Desenho, Mestre Jackson Bidu, Tartaruga e Mestre Carlinho Cana Brava13516583_10207112419383963_4035088747724044701_n (1)

Desenho, Tartaruga e SidIMG_20160703_015233

Tartaruga e SidIMG-20160703-WA0018

Roda de Capoeira na ABCAIMG-20160703-WA0019

Após a roda ainda fomos ao Forte Santo Antônio e visitamos a exposição dos Mestres de Capoeira em busca da Oralidade Perdida.

Sid e DesenhoIMG_20160703_014707

Mestre CurioIMG_20160702_154818791 IMG_20160702_154846406

Mestre Boca RicaIMG_20160702_154904942 IMG_20160702_154943636

Mestre Pelé da BombaIMG_20160702_154958259 IMG_20160702_155019839

Mestre FelipeIMG_20160702_155033774 IMG_20160702_155041314

Mestre GiganteIMG_20160702_155056785

IMG_20160702_155125417

Mestre Lua RastaIMG_20160702_155137149 IMG_20160702_155144973_HDR

Mestre ItapoanIMG_20160702_155159228 IMG_20160702_155210686_HDR

Mestre Boa GenteIMG_20160702_155221218 IMG_20160702_155228748_HDR

Mestre OlavoIMG_20160702_155249500 IMG_20160702_155254677 IMG_20160702_160639732 IMG_20160702_160654054

Após toda caminhada e de volta ao pelourinho, percebemos que não tinha ônibus para irmos para casa e tivemos que voltar caminhando. Já estávamos cansados, pois saímos cedo de casa. No caminho passamos em uma padaria e quando estávamos passando pela praça dois de Julho escutamos o som do Berimbau. Era uma roda de capoeira com Mestre Ciro, Mestre Zé do Lenço e seus alunos. Eu e Desenho automaticamente se direcionamos a roda, cumprimentamos os mestres e sentamos na roda. Logo chegou minha vez de jogar e ao me levantar indo em direção ao pé do Berimbau Mestre Ciro deu um toque sobre a camiseta regata que estava usando, mas peguei logo a outra que tinha em minha sacola e fui jogar. Outra vez Mestre Ciro falou da camiseta por fora das calça, voltei ao pé do Berimbau, coloquei a camiseta por dentro da calça e fui vadiar. O jogo foi bom, tranquilo e o Mestre Zé do Lenço comentava em alguns momento que estava gostando. Depois foi a vez do Desenho, bom jogo e quando a roda acabou, logo o Mestre Zé do Lenço percebeu a movimentação semelhante a do Mestre Nô e foi dizendo ao Desenho… filho de Nô? é! Mestre Zé do Lenço lembrava de mim, quando fui em sua academia na Sete Portas em 2008. Se despedimos e voltamos para casa. Tomamos um café, conversamos e fomos descansar.

Domingo 03/Julho/16

Dia de descansar, trabalhei um pouco no projeto, fizemos almoço e depois fizemos uma sessão cinema. Mas tarde voltei a trabalhar e a noite saímos na Barra para comer uma pizza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *